Francisco Albano Boscatto

"Há duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens."

Textos


MEU PEDIDO

Não sei o que houve hoje comigo, meu Deus!
Dei-me conta que meus sentimentos não eram mais os mesmos senti a falta do aconchego, de um ombro amigo para apaziguar a minha ira.
Notei que a nossa humanidade, mesmo com esforço não consegue encontrar o caminho da sensatez, da verdadeira personalidade e criar uma nova era de seres pelo menos mais humanos.
Há meus velhos tempos, parecia tudo tão diferente, mas, hoje peço a ti meu Deus, que ao mostrar-me o teu filho a minha frente num pequeno quadro de madeira, sofrendo o que não merecia, por nós, que refaça dentro de mim os meus conceitos sobre o verdadeiro homem e me mostre que ainda existe esperança de nos tornarmos mais civilizados pois acredito que a paciência de muitos já esta esgotada com tanta violência.
E são para esses seres desumanos que peço um pouco de tua mansidão, apazigue seus corações, e, os tornem um pouco mais sociáveis, mais dignos de terem sido criados. 

Francisco Albano Boscatto
Enviado por Francisco Albano Boscatto em 10/04/2007
Alterado em 10/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.franciscoalbanoboscatto.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras