Francisco Albano Boscatto

"Há duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens."

Textos


MEU POVO SOFRIDO
 

ÁGUA QUE BANHA MINHA FACE
PÉS QUE PISAM MEU SOLO
ELEVAM BRADOS DE AUXÍLIO
POR NÃO TEREM TIDO A SORTE
DE PRATOS FARTOS E MAL DIVIDIDOS
ÁGUA, FOME DA VIDA!
FOME DE SERES ARRUINADOS
SOBRAM LIXOS DA SOCIEDADE
PERDIDOS NAS NOITES ENEGREÇIDAS
ONDE MENGIGOS, MEU POVO!
BUSCAM MIGALHAS
PARA SACIAR A MORTE
OU QUI SAS TENTAR A VIDA.
Francisco Albano Boscatto
Enviado por Francisco Albano Boscatto em 07/10/2010
Alterado em 07/10/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.franciscoalbanoboscatto.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras