Francisco Albano Boscatto

"Há duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens."

Áudios

MEU AMIGO POETA PARTIU
Data: 16/03/2007
Créditos:
Autor: Francisco Albano Boscatto - Música de Enya - Epona
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.franciscoalbanoboscatto.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


MEU AMIGO POETA PARTIU

Mais um poeta partiu
Deixando em seu caminho de vida
Palavras expostas ao vento
Escrevia sobre que o homem sentia
Nem precisava indagar
Colocava sua força
Em letras, formando palavras
Que só ele podia sentir
Pedro agora te encontram
Junto a outros que afirmam
Este é o homem que tentou mostrar
A visão do mundo em poemas e versos
Mas, muitos que aqui permanecem
Não conseguiram por certo entender
Que estas palavras escritas
Marcaram tempo de espera
De novos tempos de luta
Partistes tão rápido quanto chegaste
Mas, tenha a pura certeza
Que aqui ficou tua marca
E esta por certo ira
Continuar pelos tempos
Até a nossa luta acabar.
Enviado por Francisco Albano Boscatto em 24/02/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.franciscoalbanoboscatto.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras